E se os rótulos incluíssem informações sobre queima calórica?

Pesquisadores defendem que dados sobre exercícios físicos necessários para se livrar das calorias do alimento sejam escritos nas embalagens

iStcokiStcok

atualizado 11/12/2019 19:51

Sabia que é preciso fazer quatro horas de caminhada para gastar as calorias de uma pizza e 22 minutos de corrida para queimar uma barra de chocolate? Informações como essas nos rótulos nutricionais poderiam fazer com que as pessoas pensassem duas vezes antes de consumirem tais alimentos, de acordo com pesquisadores da Universidade de Loughborough, no Reino Unido.

Além de ajudar os consumidores a fazer escolhas mais saudáveis, as informações contribuiriam para alertar sobre os exageros alimentares. O objetivo principal seria combater a obesidade.

Os estudiosos analisaram 14 pesquisas sobre o assunto. Segundo eles, rótulos com informações sobre queimas calóricas poderiam diminuir em cerca de 200 calorias a ingestão média diária das pessoas.

Ainda que não pareça muito, 200 calorias a menos poderia, em longo prazo, representar um impacto significativo na redução dos níveis de obesidade. Os resultados foram publicados na revista especializada Journal of Epidemiology and Community Health. De acordo com ela, é comum que as pessoas fiquem chocadas ao descobrirem quanta atividade física precisariam para queimar as calorias de certos alimentos.

“Nós sabemos que a população costuma subestimar o número de calorias contido nas comidas. Se você compra um muffin de chocolate e ele contém 500 calorias, por exemplo, isso equivaleria a 50 minutos de corrida”, destaca a pesquisadora. (Com informações da BBC Brasil)

Últimas notícias