Duas doses da vacina AstraZeneca geram eficácia de até 90%, diz estudo

Os dados da Public Health England (PHE), do Reino Unido, são baseados na resposta da população vacinada no país desde dezembro de 2020

atualizado 21/05/2021 12:13

Vacina AstraZenecaJaap Arriens/NurPhoto via Getty Images

Duas doses da vacina Oxford/ AstraZeneca oferecem de 85% a 90% de proteção contra casos sintomáticos da Covid-19, segundo dados preliminares da Public Health England (PHE), do Reino Unido, divulgados nessa quinta-feira (20/5), em um relatório de vigilância semanal da agência.

A taxa é baseada na observação dos dados de pessoas vacinadas após o lançamento do imunizante, em dezembro de 2020, em comparação com as não vacinadas. Estudos como este são importantes porque avaliam a resposta da população às vacinas no “mundo real”, ou seja, fora do protocolo usado em estudos clínicos.

“Esses novos dados destacam o incrível impacto que ambas as doses da vacina podem ter, com uma segunda dose da vacina Oxford/ AstraZeneca fornecendo até 90% de proteção”, disse Nadhim Zahawi, ministro das vacinas.

O Reino Unido foi o primeiro país do ocidente a lançar uma campanha de vacinação, com as primeiras doses da AstraZenca aplicadas em dezembro de 2020. Em janeiro, o país implementou o imunizante da Pfizer e, em abril, o da Moderna.

A PHE advertiu que os resultados são inconclusivos até que mais evidências sejam reunidas.

Saiba como as vacinas contra Covid-19 atuam:

0

 

Últimas notícias