Coronavírus: pela 1ª vez, curados superam mortos, diz embaixada

São 218 pessoas consideradas livres da infecção contra 213 mortas, segundo a última atualização feita pelo governo chinês

atualizado 31/01/2020 21:07

Andre Borges/Esp. Metrópoles

De acordo com dados divulgados pela Embaixada da China em entrevista coletiva na noite desta sexta-feira (31/01/2020), em Brasília, pela primeira vez desde o começo da epidemia de coronavírus o número de pessoas consideradas curadas ultrapassa o de mortos.

Segundo o ministro encarregado de negócios da embaixada chinesa no Brasil, Song Yang, são 218 pessoas curadas e 213 mortes, de acordo com a última atualização recebida pelo órgão.

O país asiático confirma 9.830 casos confirmados e 15.238 suspeitos em seu território, assim como 123 casos confirmados, 10 curados e zero morte nos outros 22 países onde o vírus foi identificado.

Song Yang ressaltou ainda que há indícios de crianças infectadas, mas nenhuma morte até o momento. A maioria das vítimas fatais é de idosos, que possuem outras doenças que fragilizam o sistema imunológico.

“Estamos em maior atenção. Seis mil médicos foram enviados para a província de Hubei e, nos próximos 13 dias, dois hospitais de emergência estarão prontos, com cerca de mil leitos para atender especificamente pacientes diagnosticados com coronavírus em Wuhan”, disse o ministro.

Últimas notícias