Coronavírus: DF notificou caso suspeito ao Ministério da Saúde

Profissionais de saúde acionaram vigilância sanitária sobre paciente com sintomas compatíveis com pneumonia chinesa, mas caso foi descartado

Kevin Frayer/Getty Images

atualizado 23/01/2020 15:08

O Ministério da Saúde informou que cinco estados – entre eles, o DF – já notificaram o Centro de Vigilância Estratégica em Informação e Saúde sobre suspeitas de pacientes infectados pelo novo vírus que surgiu na cidade de Wuhan, na China.

Em 18 de janeiro, a rede de vigilância sanitária nacional foi informada sobre um paciente de Brasília que apresentava sintomas compatíveis com a doença. O caso, entretanto, foi descartado pelos critérios estabelecidos pela OMS, que compreendem, por exemplo, o paciente ter estado em um local onde há transmissão ativa do vírus: de pessoa para pessoa.

Além desse caso e da suspeita sobre o paciente de Minas Gerais – que também foi descartada pelo MS, outros casos suspeitos foram comunicados por Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande Sul e, mais uma vez, foram descartados. O governo brasileiro considera que a rapidez das redes estaduais em informar casos suspeitos é um sinal de que os profissionais de saúde estão alertas para o diagnóstico.

Os sintomas da nova gripe chinesa são semelhantes ao de uma pneumonia, como nariz entupido, garganta irritada e febre. Os coronavírus são uma família comum e bem conhecida mundialmente desde a década de 1960. O novo vírus é uma variação inédita e foi identificado no começo de 2020.

Últimas notícias