Coronavírus: China vai construir fábrica de máscaras em 6 dias

O objetivo é atender à crescente demanda do produto em meio à epidemia do novo coronavírus, o Covid-19

atualizado 17/02/2020 9:55

Lucrezia Carnelos/Unsplash

Depois de erguer um hospital em 10 dias, o governo chinês afirmou que vai transformar, em seis dias, um edifício industrial em uma fábrica de máscaras. O objetivo é atender à crescente demanda do produto em meio à epidemia do novo coronavírus, o Covid-19. As informações são da agência de notícias Xinhua.

A fábrica, que está sendo construída pelo China Construction First Group, deve produzir 250.000 máscaras por dia.

0

De acordo com a agência, a construção já foi iniciada nesta segunda-feira (17/02/2020). Trabalhadores alternam em turnos para garantir que tudo esteja concluído até o sábado (22/02/2020).

O governo chinês também incentivou os fabricantes de suprimentos médicos a aumentarem suas produções, entre outras medidas, para preencher a lacuna no suprimento.

A companhia Kolmi Hopen, uma das maiores do ramo, produz 170 milhões de máscaras ao ano, mas este mês, em apenas uma semana, as encomendas chegaram à cifra impressionante de meio bilhão.

A empresa se apressou a contratar mais trabalhadores para manter as máquinas funcionando 24 horas por dia, sete dias por semana.

A epidemia de coronavírus provocou uma corrida a este tipo de proteção. Para frear o contágio do vírus, o governo chinês ordenou aos cidadãos que sempre usem máscaras ao sair.

Os especialistas advertem que, uma vez utilizada, a máscara precisa ser substituída por uma nova, o que provocou uma explosão de encomendas (Com informações da Agência Estado).

Últimas notícias