Coronavírus: Brasil é o país com o terceiro maior crescimento de infectados

Nação fica atrás apenas de Espanha e EUA quando o critério é a quantidade de doentes desde o primeiro registro positivo

Exames de coronavírus são realizados no Sesc da 504 SulRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 14/05/2020 11:17

Parece muito tempo, mas o primeiro caso de coronavírus no Brasil foi confirmado há, apenas, 79 dias. Desde então, 188,9 mil brasileiros contraíram o vírus. Nesse mesmo ponto do ciclo, apenas dois países registravam mais infecções que nós: Estados Unidos e Espanha.

Os EUA, atual epicentro da Covid-19, tinham 398,8 mil contaminados. Já a Espanha confirmava 191,3 mil casos. Outro Estado com grande número de infectados, a Turquia, ainda não chegou ao 79° dia a partir do primeiro registro positivo. De acordo com as últimas informações, que foram divulgadas no 63º dia, o país anunciou 141,5 mil diagnósticos do novo coronavírus.

Os números são da Universidade John Hopkins e foram compilados pelo Our World in Data, projeto sem fins lucrativos organizado por pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, cujo objetivo é disseminar informações relativas aos grandes problemas da humanidade. Os gráficos foram estudados pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles.

Para fazer a comparação, foram analisados os 10 países que têm, atualmente, a maior quantidade de casos confirmados de Sars-Cov-2. São eles: EUA, Espanha, Reino Unido, Rússia, Itália, Alemanha, Brasil, Turquia, França e Irã. Em seguida, a equipe definiu qual o primeiro dia de contágio para cada nação. O gráfico a seguir mostra o resultado até o 79º, que é o atual para o Brasil:

No gráfico, é possível perceber que os países estavam em momentos diferentes em suas curvas no dia 79. Enquanto a Rússia ainda tinha poucos casos, com uma aceleração devagar e progressiva, a Itália começava a colher benefícios de uma desaceleração no crescimento.

0

Os EUA, por outro lado, estavam em plena ascensão do número de diagnósticos confirmados, que passou de 14,3 mil, no dia 60, para 398,8 mil, no 79º. O Brasil também observa aumento exponencial na quantidade diária de casos, mas de menor envergadura que o do país norte-americano no mesmo período.

No dia 60, o Brasil era o quinto colocado entre os 10 países com a maior quantidade de infectados pelo novo coronavírus. Se a Turquia for incluída, a nação latino-americana cai para o sexto lugar. Hoje em terceiro, o Estado brasileiro pode subir para a segunda posição já na sexta-feira (15/05), caso a curva não seja achatada até lá. Para isso, precisamos ter mais de 194,5 mil diagnósticos confirmados.

Mortes

Quando a comparação é feita a partir do primeiro dia com morte por conta do coronavírus, o Brasil é o sexto lugar, com 13,1 mil óbitos em 58 dias. O primeiro lugar também é dos EUA, com 54,9 mil falecimentos no mesmo período. Em seguida vem Reino Unido, com 28,1 mil perdas, e Espanha, com 24,8 mil. O gráfico a seguir mostra como foi o desenvolvimento nos 10 países com a maior quantidade de casos:

É interessante comparar o Brasil com a Turquia. Os dois tiveram a primeira morte confirmada quase no mesmo dia: 18 de março aqui e 19 de março lá. Desde então, a nação sul-americana acumula 13,1 mil óbitos, enquanto a Turquia tem 3,9 mil.

Quando o Brasil teve a primeira morte notificada, o país registrava 291 diagnósticos e estava no 22° dia de contágio. Já a Turquia tinha 191 casos e estava no oitavo dia a partir da primeira confirmação de infecção por Sars-Cov-2.

Últimas notícias