Conheça 20 doenças que causam as piores dores que o corpo pode sentir

O Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido listou as condições mais dolorosas que o organismo humano pode sofrer

atualizado 18/01/2022 17:56

ilustração de mulher com dor na lombar, coloridaGettyImages

A dor é considerada um dos maiores inimigos invisíveis do homem. Ela tem o poder de tirar a sua disposição, sua paciência e até mesmo o seu humor, sendo um fator que diariamente leva pessoas a procurarem por atendimento médico ou a comprar medicamentos na farmácia. Você já parou para pensar quais são as piores dores que o ser humano pode sentir?

Especialistas do Serviço Nacional de Saúde (NHS, o SUS do Reino Unido) elaboraram uma lista com as 20 doenças mais dolorosas que o corpo humano pode desenvolver. As dores a seguir dificultam tarefas diárias e impactam a qualidade de vida dos pacientes. O levantamento não está ordenado em grau de intensidade. Confira:

Endometriose

Quem sofre desse distúrbio com certeza já experimentou períodos pesados e dolorosos. A endometriose acontece quando o tecido que normalmente reveste o útero cresce fora do órgão. É uma condição de longo prazo, pode afetar mulheres de qualquer idade, e não existe cura, apenas controle da situação.
Os sintomas podem variar, mas os mais comuns são dor pélvica, cólicas irregulares durante a menstruação, dor após o sexo, sensação de enjoo e dificuldade em engravidar.

Hérnia de disco

Esse problema ocorre quando o núcleo gelatinoso de um disco vertebral se desloca, pressionando os nervos que percorrem a medula espinhal e causando uma dor muito forte.

Os principais sintomas são dor lombar; dormência ou formigamento nos ombros, braços, costas, pernas ou pés; dor no pescoço; problemas para dobrar ou endireitar as costas; e fraqueza muscular. Também pode causar dor na nádega e na perna se pressionar o nervo ciático.

Apendicite

Apendicite é a inflamação do apêndice, um pequeno órgão parecido com o dedo de uma luva, localizado na primeira porção do intestino grosso. A dor geralmente começa no meio da barriga ou abdômen, e pode ir e vir. Em poucas horas, a dor viaja para o lado inferior direito, onde o apêndice está localizado, e se torna constante e grave. Pressionar essa área, tossir ou caminhar pode piorar a dor.

Se você tem apendicite, também pode ter outros sintomas, incluindo náusea, enjoo, perda de apetite, constipação ou diarreia e febre alta.

Capsulite adesiva (ombros congelados)

Condição caracterizada por dor e rigidez na articulação do ombro. Os portadores de diabetes normalmente são alvo da doença e as dores podem durar meses ou até anos. Elas acontecem quando o tecido ao redor da articulação do ombro fica inflamado.
Os sintomas podem começar de forma gradual e desaparecer em um ou dois anos. Os médicos geralmente tratam com exercícios para os ombros e analgésicos.

Ataque cardíaco

Um ataque cardíaco, conhecido clinicamente como infarto, é uma emergência médica grave na qual o suprimento de sangue para o coração é subitamente bloqueado, geralmente por um coágulo sanguíneo. Os sintomas incluem sensação de aperto ou dor no peito, no pescoço, nas costas ou nos braços; fadiga; tontura; batimento cardíaco anormal e ansiedade.

Enxaqueca

É uma dor de cabeça de intensidade variável, muitas vezes acompanhada de náuseas e sensibilidade à luz e ao som. A enxaqueca pode causar latejamento em uma área específica da cabeça, que pode variar em intensidade. Essa é uma condição de saúde comum que afeta cerca de 1 em cada 5 mulheres e 1 em cada 15 homens.

Dor de cabeça em salvas

A cefaleia em salvas é uma dor intensa de um lado da cabeça, localizada na têmpora ou em volta do olho, que dura pouco tempo (geralmente, de 30 minutos até uma hora). Ela é acompanhada por congestão nasal ou coriza e, às vezes, uma pálpebra caída, lacrimejamento e face avermelhada.

Artrite

Inflamação de uma ou mais articulações, causando dor e rigidez que podem piorar com a idade. Existem diferentes tipos de artrite, cada um com diferentes causas, incluindo desgaste das articulações, infecções e doenças adjacentes. Os sintomas incluem dor, inchaço, diminuição da amplitude de movimento e rigidez.

Gota

A gota é uma doença caracterizada pelo aumento do ácido úrico no sangue e seu acúmulo e cristalização em monourato de sódio, depositado nas articulações. O excesso destes cristais causa surtos de artrite aguda, com grande desconforto e dor.

Pode ser difícil diagnosticar, pois os sintomas são semelhantes a outras condições. Os ataques de gota geralmente são tratados com medicamentos anti-inflamatórios.

Pedra nos rins

O principal sintoma de pedra no rim é a dor intensa no fundo das costas e que pode limitar os movimentos, além de dor pra urinar, urina turva e febre acima dos 38ºC. Na presença de sinais e sintomas indicativos de pedra nos rins, é importante consultar o urologista para que sejam feitos exames e iniciado o melhor tratamento.

Síndrome da dor regional complexa (SDRC)

É a dor crônica no braço ou na perna que se desenvolve após lesão, cirurgia, acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco. A causa exata da síndrome complexa de dor regional é desconhecida, mas pode envolver inflamação anormal ou disfunção dos nervos.
A condição é caracterizada por dores mais intensas do que o esperado, considerando a lesão que a causou.

Ossos quebrados

Ossos quebrados, conhecidos como fratura, podem acontecer após um acidente, por exemplo. Os três sinais mais comuns de um osso quebrado são dor, inchaço e deformidade. No entanto, às vezes pode ser difícil dizer se um osso está quebrado se o mesmo não estiver deslocado.

Herpes Zóster

A condição provoca uma irritação dolorosa na pele que pode aparecer como uma faixa de bolhas no tronco. A dor pode persistir mesmo após o desaparecimento da irritação, chamada de neuralgia pós-herpética.

Dor Ciática

Ciática é a dor ao longo dos nervos ciáticos. Esses nervos se estendem da região lombar, passam pelas nádegas e descem pelas pernas, terminando logo abaixo do joelho. Uma hérnia de disco, complicações da osteoartrite, lesões ou o estreitamento do canal medular podem causar compressão, inflamação ou irritação do nervo, causando a dor.

Neuralgia do trigêmeo

A neuralgia do trigêmeo é uma dor facial súbita e intensa. Muitas vezes é descrita como uma dor aguda, ou como ter um choque elétrico na mandíbula, dentes ou gengivas.

Geralmente acontece em ataques curtos e imprevisíveis que podem durar de alguns segundos a cerca de dois minutos e param tão repentinamente quanto começam. Na maioria dos casos, a neuralgia trigeminal afeta apenas um lado da face, com a dor geralmente sentida na parte inferior do rosto.

Pancreatite aguda

A pancreatite aguda é a inflamação do pâncreas que acontece principalmente devido ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou à presença de pedras na vesícula, provocando forte dor abdominal que surge de repente e é extremamente incapacitante.

Fibromialgia

A condição de longo prazo causa dor em todo o corpo. Além da dor generalizada, os pacientes também podem ter aumento da sensibilidade à dor, cansaço extremo, rigidez muscular, dificuldade para dormir, problemas com processos mentais, dores de cabeça e síndrome do intestino irritável (SII).

Úlcera estomacal

É uma ferida que se desenvolve na mucosa do esôfago, estômago ou intestino delgado. As úlceras ocorrem quando o ácido estomacal danifica o revestimento do trato digestivo. As principais dores ocorrem na região superior do abdômen.

Dor após cirurgia

É comum sentir alguma dor após a cirurgia, embora a intensidade varie de acordo com o tipo de operação — em alguns casos, ela pode ser considerada insuportável.

Mais lidas
Últimas notícias