Confira 5 sequelas da Covid que demandam atenção do paciente

Recuperação após a cura da doença precisa de acompanhamento médico

atualizado 20/09/2021 11:40

ilustração de pessoas com máscara no rosto, coronavírusAda Yokota/Getty Images

A pandemia de Covid-19 atingiu o planeta no final de 2019 e até hoje é o principal tema de saúde pública no mundo. No Brasil, os primeiros casos oficiais foram registrados em março de 2020 e, de lá para cá, já são mais de 20 milhões de pessoas contaminadas pela doença – de acordo com o Consórcio de Veículos de Imprensa, que usa dados das secretarias estaduais de saúde. O coronavírus também já matou quase 600 mil pessoas no Brasil, mas, quem venceu a doença, ou passou ileso pelos sintomas, deve ter atenção com possíveis sequelas.

“Para as pessoas que tiveram a forma grave da doença, além de inúmeras queixas, a recuperação da massa muscular perdida está entre as prioridades. Para quem teve quadros leves, entre as diversas queixas da Covid persistente estão, o cansaço físico e emocional, a fraqueza muscular, a falta de ar, as alterações de paladar e olfato, e as disfunções circulatórias, que podem ter várias consequências, desde a formação de pequenos coágulos até a queda de cabelos”, explica a médica nutróloga Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia.

Uma maneira de amenizar esses efeitos pós-Covid é procurar tratamento e acompanhamento médico o quanto antes. Somente um profissional de confiança poderá avaliar e investigar o caso, para diagnosticar se existe alguma sequela e escolher a melhor alternativa de solução. Para melhorar a conscientização – com ajuda de alguns profissionais de saúde – elencamos os cinco principais problemas que podem aparecer em pessoas que foram infectadas pelo coronavírus.

Confira a reportagem completa no Saúde em Dia, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias