Canadá aconselha sexo de máscara e sem beijo para evitar Covid-19

Governo também sugere masturbação para quem não é casado como a forma mais segura de manter vida sexual em tempos de pandemia

atualizado 03/09/2020 11:40

Dois ares de pernas em cima de uma camaReprodução/ Istock

Na tentativa de evitar o aumento dos casos de Covid-19, o governo canadense fez um pedido inusitado à população. A chefe do Departamento de Saúde Pública do Canadá, Theresa Tam, sugeriu, na última quarta-feira (2/9), que o sexo entre pessoas que não são “parceiras íntimas” seja feito de máscara e sem beijos para conter a transmissão do vírus.

“A saúde sexual é uma parte importante da nossa saúde geral. No entanto, o sexo pode ser complicado na época da Covid-19, especialmente para aqueles sem um parceiro íntimo em sua casa ou cujo parceiro sexual está em maior risco para Covid-19″, disse Theresa.

Evidências científicas mostram que são baixas as chances de contrair o vírus Sars-CoV-2 através do sêmen ou fluidos vaginais, mas ele ainda pode ser transmitido por contato próximo, como o beijo.

“Mesmo que as pessoas envolvidas não apresentem sintomas, a atividade sexual com novos parceiros aumenta o risco de obter ou transmitir Covid-19 por contato próximo, como beijar. Lembre-se, como acontece com todas as interações sociais, tente manter o número de contatos próximos baixo, se possível”, diz o comunicado canadense.

A médica lembra que, assim como outras atividades durante a pandemia que envolvem proximidade física, algumas atitudes podem ser tomadas para minimizar o risco de se infectar e espalhar o vírus. “A atividade sexual de menor risco durante a Covid-19 envolve você sozinho”.

O Canadá tem 129.425 casos confirmados de Covid-19 e 9.132 mortes registradas até a última terça-feira (1º/9).

0

 

 

Últimas notícias