Aos 6 anos, criança inglesa apresenta doença degenerativa rara

Portador da doença de Batten, Reece Mitchell regrediu em seu desenvolvimento e já não consegue andar, falar nem se alimentar sozinho

atualizado 28/10/2019 15:34

Arquivo de família

Aos 6 anos, Reece Mitchell é portador da doença de Batten, uma condição cruel que rouba da criança sua capacidade de andar, falar e respirar. Atualmente Reece, que mora em North Kessock, na Inglaterra, já perdeu os movimentos e a fala e precisa ser alimentado por um tubo.

Donna Mitchell, mãe da criança, conta que o estado do filho piorou no último ano. “É como se eu estivesse cuidando de um bebê no corpo de uma criança de 6 anos de idade”, explica a mulher, de 48 anos. “Não tenho mais certeza se ele pode me reconhecer, mas o que me mantém firme é que ele ainda me chama de mamãe”, afirmou Donna, em entrevista à imprensa internacional.

Causada por anormalidades nos genes envolvidos na produção e utilização de certas proteínas, a doença de Batten é incurável e tem efeitos degenerativos como cegueira, convulsões, mudança de personalidade e perda da capacidade motora que começam ainda na infância. A doença é rara e por isso bastante difícil de ser diagnosticada.

A estimativa é que em todo mundo existam apenas 14 mil crianças sofrendo com essa condição. (Com informações do Daily Mail)

Últimas notícias