Anvisa autoriza armazenamento da vacina da Pfizer/BioNTech a -20°C

Imunizante pode ficar nessa temperatura por até duas semanas. O prazo de validade a -75ºC é de seis meses

atualizado 20/04/2021 18:04

Vacina Pfizer coronavírusPete Bannan/MediaNews Group/Daily Local News via Getty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o armazenamento da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 a uma temperatura de -20°C por duas semanas. Inicialmente, o imunizante teria que ficar a -75°C – o que exigiria um supercongelador.

A Pfizer também desenvolveu uma caixa, abastecida com gelo seco, para manter a vacina a -75°C por 30 dias. O imunizante pode ficar em geladeira comum, entre 2°C e 8°C, por até cinco dias. A flexibilização da temperatura permite que a vacina seja distribuída e chegue, dentro da validade, a todos os pontos do país.

“Essa nova autorização para o armazenamento de nossa vacina contra a Covid-19 contribuirá para a logística de vacinação com o imunizante em um país de dimensões continentais como o Brasil”, diz Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil.

Saiba como as vacinas contra Covid-19 atuam:

0

Últimas notícias