Tarcísio anuncia nova “supersecretaria” unindo obras e meio ambiente

Governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas junta duas pastas e promete anúncio de secretário encarregado nesta sexta-feira

atualizado 25/11/2022 0:41

Tarcísio e Afif Reprodução/Instagram

São Paulo – O governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos) anunciou que pretende fundir as secretarias encarregadas das áreas de meio ambiente, infraestrutura e transportes para sua gestão do governo de São Paulo, criando uma única pasta gerenciada por uma pessoa de perfil “não político”, segundo disse a jornalistas nesta quinta-feira (24/11), na sede de seu gabinete de transição, localizado em um prédio do governo de São Paulo no centro da capital paulista.

O anúncio pegou dirigentes do União Brasil de surpresa. O partido deu apoio a Tarcísio no segundo turno e tentava manter sob seu controle a Secretaria Estadual de Logística e Transporte, uma das pastas atingidas pela reorganização. A secretaria cuida de contratos bilionários para construção e manutenção de rodovias, além da concessão de rodovias privatizadas. A nova secretaria, que soma Logística e Transportes com a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, terá um orçamento estimado em mais de R$ 15 bilhões para o ano que vem, segundo o projeto de lei do orçamento em discussão pelos deputados estaduais paulistas. Tarcísio também pretende alterar detalhes do orçamento.

O titular da nova secretaria deve ser anunciado nesta sexta. Tarcísio também deve divulgar quem será seu secretário da Casa Civil, cuja missão é coordenar a articulação política entre o Executivo e a Assembleia Legislativa (Alesp). Um dos nomes cotados para o cargo é o do presidente do PSD, Gilberto Kassab.

Mais lidas
Últimas notícias