metropoles.com

Professor preso por estupro em SP atraiu aluna de 9 anos com presente

Suspeito presenteava vítimas com equipamentos com jogos eletrônicos que permitiam que ele conversasse com elas

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação/Polícia Civil
Em foto colorida homem com camiseta preta, na qual há logomarca da Adidas, dentro de carroceria de viatura policial; ele é um professor que foi preso suspeito de estuprar aluna de 9 anos - Metrópoles
1 de 1 Em foto colorida homem com camiseta preta, na qual há logomarca da Adidas, dentro de carroceria de viatura policial; ele é um professor que foi preso suspeito de estuprar aluna de 9 anos - Metrópoles - Foto: Divulgação/Polícia Civil

São Paulo – Um professor de 38 anos do ensino fundamental de Sorocaba, no interior paulista, foi preso temporariamente, nessa segunda-feira (30/10), sob a suspeita de abusar sexualmente de uma criança de 9 anos, estudante de uma escola municipal.

Ele foi detido na Secretaria Municipal da Educação. O suspeito dava aulas na Escola Municipal Doutor Hélio Rosa Baldy.

Segundo a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), além da menina de 9 anos, o professor também aliciava outras estudantes. Para isso, ainda de acordo com a polícia, ele presenteava as vítimas com equipamentos eletrônicos.

A investigação aponta que o suspeito instalou um jogo nesses equipamentos que permitia que ele mantivesse conversas com as meninas.

O caso veio à tona após a criança de 9 anos fazer um relato sobre a conduta do professor para a mãe, que procurou a Polícia Civil em seguida.

“Amor”

Além do pedido de prisão temporária, a Justiça expediu mandados de busca e apreensão, cumpridos na escola onde o suspeito dava aulas, na Secretaria da Educação da cidade e na residência do professor, na cidade de Pilar do Sul, a cerca de 50 quilômetros de distância de Sorocaba.

Foram apreendidos com o suspeito um cartão de memória, pen drive, celular e dois HDs externos, em um dos quais havia uma etiqueta com a palavra “amor”. No armário do professor, na escola municipal, foi apreendido um estetoscópio — equipamento usado por médicos para escutar batimentos cardíacos. Também foram apreendidos um notebook e uma CPU usados pelo professor.

Nenhum advogado havia sido localizado até a publicação desta reportagem. O espaço segue aberto para manifestações.

A Secretaria da Educação de Sorocaba foi procurada pelo Metrópoles, via assessoria de imprensa, mas também não se manifestou até o momento.

Alta de estupros em Sorocaba

Os estupros de vítimas vulneráveis representam 78% de todos os 1.129 abusos sexuais registrados em Sorocaba, nos três primeiros trimestres deste ano, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo.

As estatísticas oficiais ainda mostram aumento de 14% nos estupros em geral, quando comparado com o mesmo período do ano passado, e de 11% nos abusos sexuais de vulneráveis.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSão Paulo

Você quer ficar por dentro das notícias de São Paulo e receber notificações em tempo real?

Notificações