metropoles.com

Irmão de Sâmia, médico celebrava família, trabalho e viagens nas redes

Diego Ralf Bomfim, 35 anos, foi morto ao lado de outros dois médicos paulistas em um quiosque no Rio de Janeiro; um 4º médico está internado

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Redes Sociais
foto colorida do médico Diego Bonfim ao lado da irmã, a deputada Sâmia Bonfim _ Metrópoles
1 de 1 foto colorida do médico Diego Bonfim ao lado da irmã, a deputada Sâmia Bonfim _ Metrópoles - Foto: Reprodução/Redes Sociais

São Paulo – Um dos médicos assassinados na madrugada desta quinta-feira (5/10) no Rio de Janeiro, Diego Ralf Bomfim, 35 anos, era irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSol-SP). Ela ainda não se manifestou publicamente sobre o episódio.

0

Em suas redes sociais, o médico postava imagens de seu trabalho, viagens e momentos com a família. Em uma das imagens postadas, em que deputada também aparece ao lado de outros parentes, Diego escreveu: “Primeira foto de nós 8 juntos! Se me perguntarem o que é ter sorte, mostrarei essa foto” (veja abaixo).

foto colorida do médico Diego Bonfim ao lado de familiares - Metrópoles
O médico Diego Ralf Bonfim em foto em família postada nas redes

Diego era especialista em reconstrução óssea pelo Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina. Na Rede D’Or, realizava atendimentos de reconstrução e alongamento ósseo, além de cirurgias de pé e tornozelo. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital Lourenço Jorge.

Amigos e colegas de trabalho de Diego postaram várias mensagens em sua rede na manhã desta quinta-feira (5/10). “Meu irmão! Que tristeza! Não consigo acreditar! Tenho certeza que vc vc está nos braços de Deus meu irmão! Só tenho coisas boas pra falar de você sempre”, escreveu um deles.

“Meu Deus que crueldade!!! Será que havia motivos para tanto? Descanse em paz. Força para os familiares e amigos”, postou outra.

Os médicos estavam hospedados em um hotel na Barra da Tijuca e foram atacados em um quiosque em frente ao hotel, na Avenida Lúcio Costa. Segundo a polícia, um grupo saiu de um carro e atirou contra os médicos (veja vídeo abaixo). Nada foi levado das vítimas.

Também foram mortos os médicos Marcos Andrade Corsato, 62 anos, Perseu Ribeiro de Almeida, 33.

0

Um quarto médico baleado, Daniel Sonnewend Proença, 33 anos, está internado em estado grave no Hospital Municipal Lourenço Jorge. Ele se formou pela Faculdade de Medicina de Marília em 2016 e é especialista em cirurgia ortopédica.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSão Paulo

Você quer ficar por dentro das notícias de São Paulo e receber notificações em tempo real?

Notificações