Homem mora em casa que não é dele e evita despejo há 23 anos nos EUA

Guramrit Hanspal, de 52 anos, já enfrentou ações de despejo de três proprietários e venceu todas

atualizado 03/05/2021 16:26

Casa GoogleReprodução

Após efetuar o pagamento de uma prestação de seu imóvel, um morador de Long Island, distrito de Nova York, está morando há 23 anos numa casa que não é dele. A lei de falência dos EUA permite que um inquilino fique numa casa sem pagar por um curto período de tempo, mas Guramrit Hanspal usa esse recurso há mais de duas décadas.

Hanspal, de 52 anos, já enfrentou ações de despejo de três proprietários e venceu todas. Para evitar ser despejado, Hanspal já decretou falência por inacreditáveis sete vezes para ganhar os recursos. A pandemia do coronavirus acabou ajudando o homem: o acúmulo de ações nos tribunais habitacionais de NY vai adiar um novo julgamento.

0

Tudo começou em 1998, quando ele comprou a casa por US$ 290 mil e pagou apenas uma prestação de US$ 1.602. O grupo imobiliário Diamond Ridge ofereceu US$ 20 mil para que Hanspal deixasse a casa, em 2018, e ele negou a oferta.

O caso ganha proporções hilárias quando, ao verificar os registros do caso, o jornal inglês Daily Mail descobriu que o Diamond Ridge já gastou US$ 150 mil em custos judiciais e pagou mais de US$ 50 mil em impostos e taxas. Ou seja, quase o valor total do imóvel.

Jordan Katz, advogado do grupo imobiliário, considera a postura de Hanspal ultrajante: “Ele não está ocupando o imóvel de forma legal. Ele usa brechas na lei para ocupar a casa por tempo indefinido”.

Ao menos um juiz acha que é hora de Hanspal fazer as malas. “A história desse caso já foi longe demais, tem quase 20 anos e precisa ser encerrada”, escreveu o juiz Scott Fairgrieve em despacho de dezembro de 2019.

O que você acha da história?

Com reportagem de Charles Nisz

Últimas notícias