*
 

Enquanto viajava pelo mundo, a inglesa Tanya Laverty nem imaginava o que os inquilinos de sua casa faziam na sua ausência. Tanya fez trabalhos voluntários em diversos países da Ásia, mas, quando parou de receber a quantia do aluguel, estranhou e decidiu apurar o ocorrido. Só não esperava se deparar com uma “fazenda” de maconha em sua residência.

O apartamento onde morava estava preenchido por cerca de 200 plantas, e a grande quantidade de mudas a deixou espantada. “Estava coberta de maconha. Eu perdi a cabeça, comecei a chorar”, declarou a inglesa ao jornal Metro do Reino Unido. Além do constrangimento, Tanya conta que corre o risco de perder o imóvel.

Em consequência da dívida deixada pelos inquilinos, Tanya não tem dinheiro para reparar o apartamento. A propriedade está longe de ser recuperada por ela, e o paradeiro dos responsáveis pela plantação de maconha ainda é desconhecido.