Dado como morto, homem acha filhos e quer recuperar tempo perdido

Há cinco anos, o lavador de carros do Palácio Paiaguás chegou em casa e sua família havia desaparecido

atualizado 04/02/2020 17:57

Ednilson Aguiar/O Livre

Há cinco anos, o lavador de carros do Palácio Paiaguás chegou em casa e sua família havia desaparecido

Desde o dia 24 de janeiro, o celular com a tela trincada, que vez ou outra era utilizado para fazer e receber chamadas, já não sai das suas mãos. Exceto, quando tem que focar no trabalho.

O homem que há mais de 40 anos lava carros no Centro Político Administrativo de Cuiabá teve que se habituar rapidamente às conversas via WhatsApp, que além de texto e áudios, incluem vídeo-chamadas.

É que só agora, depois de cinco anos, Antônio Francisco de Araújo Nunes, 52, enfim, descobriu o paradeiro de cinco filhos desaparecidos.

Leia a reportagem completa no O Livre, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias