Vizinhos reclamam de “sexo selvagem” e garota de programa é despejada

Mulher teria participado de uma orgia com 10 homens. Clientes faziam fila para entrar na casa

atualizado 14/10/2021 10:06

Nicola ParryReprodução

Uma garota de programa de 29 anos foi despejada após ser denunciada por vizinhos. Nicola Parry morava em um abrigo, mas precisou deixar o local porque os moradores relataram ter escutado diversas vezes “sexo selvagem”, com muito barulho.

De acordo com o jornal britânico The Mirror, a mulher trabalhava em um bordel no centro de Manchester. Porém, devido à pandemia provocada pela Covid-19, Nicola passou a atender os clientes em casa.

Vizinhos denunciaram que a mulher chegou a realizar uma orgia com 10 homens na House of Sin, onde morava. Além disso, contaram que clientes faziam fila em seus carros para terem momentos a sós com Nicola, que é mãe de uma criança de seis anos.

Após descobrir que foi denunciada, a mulher teria subido no telhado segurando uma placa e gritando qual dos moradores a havia delatado. A investigação começou em novembro do ano passado.

No tribunal, a promotora do caso, Robin Lynch, informou que Nicola “começou a receber clientes em seu endereço residencial e pediu a um vizinho que cuidasse de seu filho de seis anos enquanto ela trabalhava”.

“As janelas ficavam abertas quando os clientes estavam na propriedade e o vizinho chamava a polícia às 5h, 7h20 e 8h45 por causa do barulho que vinha da casa. Era gente fazendo sexo barulhento e denunciava a quantidade e frequência de homens que vinham para o apartamento”, disse.

Nicola foi condenada a cumprir uma ordem comunitária de 12 meses e frequentará um programa de reabilitação de drogas por seis meses. Ela também foi multada em 80 libras.

Últimas notícias