Cinco mortos são confirmados em ataque a jornal norte-americano

Mesmo após o tiroteio e evacuação do prédio, o periódico fez publicações sobre o tiroteio produzidas pelos repórteres do Baltimore Sun

JOSE LUIS MAGANA/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOJOSE LUIS MAGANA/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 28/06/2018 19:07

O chefe de polícia do condado de Anne Arundel, Bill Krampf, informou que o ataque ao jornal norte-americano Capital Gazette provocou a morte de cinco pessoas e “várias” outras ficaram “feridas gravemente”. Mesmo com o ataque, o jornal — um dos mais antigos do país — fez reportagens sobre o tiroteio.

De acordo com os policiais, o suspeito está sob custódia e, desde o início, recusou-se a cooperar com as investigações. O suposto atirador não portava documentos de identificação. O FBI está no local e ainda não conseguiu encontrar referências ao homem no banco de dados.

O Capital Gazette funciona desde 1884 e atualmente pertence ao Baltimore Sun. Os repórteres desse colheram depoimentos dos jornalistas que estavam dentro do edifício e publicaram na página do Gazette.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, escreveu em seu twitter: “Antes de partir de Wisconsin, fui informado sobre o tiroteio no Capital Gazette. Meus pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias. Obrigado a todos pelas primeiras respostas que ainda atuam no local”.

(Com informações da CNN)

Últimas notícias