*
 

Um homem armado com faca atacou nesta sexta-feira (15/9), em Paris, um militar da operação antiterrorismo “Sentinela”, mobilizada desde os atentados de 2015, informaram a polícia francesa. De acordo com a imprensa local, o atentado ocorreu na estação de metrô de Chatelet. Na ocasião, o agressor teria gritado “Allahu Akbar” (“Deus é grande” em árabe). Ele foi detido.

O ataque ocorreu às 6h30 locais. Ninguém ficou ferido, mas as autoridades abriram uma investigação para apurar o caso. A ministra da Defesa, Florence Parly, elogiou a reação do militar em entrevista à rádio Europe 1.

“O homem foi controlado, esta é a prova do profissionalismo e da eficácia dos soldados da (operação) Sentinela em sua missão de proteção”, enalteceu. “Não sabemos quais eram as intenções do agressor”, completou. Segundo a polícia, o homem não tem ficha criminal.

Mais tarde, em Londres, na Inglaterra, uma explosão foi registrada em um vagão do metrô. Segundo informações preliminares, houve correria, pânico e dezenas de pessoas ficaram feridas com queimaduras no rosto. A polícia trata o incidente como terrorismo.

O fogo que causou a explosão teria iniciado em uma mochila deixada em estação no sudoeste da cidade.

 

 

COMENTE

TerrorismoFrançaparisataque
comunicar erro à redação

Leia mais: Violência