*
 

O presidente norte-americano, Donald Trump, declarou nesta quarta-feira (31/10) que o governo enviará mais membros das Forças Armadas para a fronteira com o México, além dos cerca de 5 mil já anunciados. A tropa terá a missão de conter a caravana de cerca de 7 mil migrantes centro-americanos e mexicanos que viaja desde o último dia 13 em direção aos Estados Unidos.

“Muito mais tropas estão a caminho. Nós não deixaremos essas caravanas, que também são formadas por bandidos muito ruins e membros de organizações criminosas, entrarem nos Estados Unidos. A nossa fronteira é sagrada, e vocês devem entrar legalmente. deem meia-volta!”, escreveu o presidente norte-americano em seu perfil no Twitter.

“As caravanas são compostas de alguns combatentes e pessoas muito fortes. Eles lutaram com força e agressividade contra o México na fronteira norte antes de atravessar. Os soldados mexicanos ficaram feridos e foram incapazes, ou não tiveram vontade, de deter as caravanas”, acrescentou o magnata republicano.

A caravana principal se encontra atualmente na cidade de Juchitán, no México, a cerca de 2 mil quilômetros da fronteira com os Estados Unidos. Na segunda-feira (29), uma segunda caravana com outros 2 mil migrantes cruzou a fronteira entre Guatemala e México, com o objetivo de se juntar ao grupo.