*
 

Após sugerir que militares atirassem contra imigrantes que seguem rumo aos Estados Unidos em caravana, Donald Trump usou tom mais ponderado. Disse nesta sexta-feira (2/11) que quem jogar pedras nos militares será preso, mas não ferido.

“Eles não terão que atirar. O que eu não quero é essas pessoas jogando pedras”, disse Trump a repórteres em frente à Casa Branca. “Se eles fizerem isso conosco, eles serão presos por um longo tempo”, acrescentou.

Na última segunda-feira, o Pentágono informou que enviou mais de 5.200 soldados para a fronteira depois que Trump disse no Twitter que estava enviando militares para enfrentar a caravana de migrantes, um grupo de homens, mulheres e crianças viajando através do México enquanto fogem da violência e da pobreza na América Central.

Trump disse na quarta-feira que os Estados Unidos podem enviar até 15 mil soldados para a fronteira, mais do que no Afeganistão.

Na quinta-feira, Trump disse que seu governo estava finalizando um plano para exigir que os requerentes de asilo entrassem no país através de portos legais de entrada, embora ainda não esteja claro se tal limitação seria legalmente possível.