*
 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou planos nesta terça-feira (3/4) para que a segurança da fronteira com o México passe a receber ajuda do exército. Durante coletiva de imprensa ao lado de líderes de países bálticos, Trump reforçou a importância da construção do muro.

“Temos de ter fronteiras fortes e conto com o Congresso para isso. Precisamos do muro”, reiterou o presidente norte-americano.

Durante o discurso antes da coletiva, Trump exaltou a parceria dos países bálticos no combate ao Estado Islâmico. Quando questionado sobre os rumos da guerra contra o grupo terrorista, o presidente disse que os EUA estão perto de “completar a tarefa de acabar com o Estado Islâmico”. Ele afirmou querer levar as tropas de volta ao seu país.

“Temos sucesso militar de quase 100% contra o Estado Islâmico. Gastamos mais de US$ 7 trilhões no Oriente Médio e o que conseguimos? Apenas morte e destruição”, afirmou.

Rússia
Na coletiva, Trump ainda foi perguntado sobre o futuro de sua relação com o presidente russo, Vladimir Putin, após decidir expulsar 60 diplomatas em resposta ao caso relacionado ao envenenamento de um ex-agente duplo russo no Reino Unido.

Segundo Trump, é possível ter uma boa relação com Putin, algo considerado por ele como “algo bom”. No entanto, o líder norte-americano ressaltou ainda haver uma boa possibilidade de isso não acontecer. “Quem sabe?”, indagou.