*
 

O prédio da emissora afegã de televisão Shamshad em Cabul foi invadido nesta terça-feira (7/11) por terroristas, em um ataque armado que deixou mortos e feridos. O ato foi assumido pelo grupo Estado Islâmico (EI), que anunciou ao menos 20 mortos em sua revista “Amaq”. No entanto, as autoridades afegãs confirmaram duas vítimas até o momento.

O ataque foi conduzido por três homens armados, os quais conseguiram invadir o prédio após um terrorista suicida detonar uma bomba na entrada da emissora, matando duas pessoas. Houve tiroteio quando as forças de segurança do Afeganistão chegaram ao local. Um porta-voz do Comitê Olímpico do Afeganistão, cuja sede fica próxima da Shamshad TV, relatou ter visto várias pessoas fugindo.

Entre os feridos, estariam cerca de 20 jornalistas, incluindo o diretor da emissora, Abed Ehasas. No Twitter, o porta-voz do Talibã, grupo que atua no Afeganistão, Zabihullah Mujahid, negou qualquer envolvimento da organização com o atentado. A Shamshad TV transmite noticiário em língua pashtun.

O Afeganistão é considerado um dos países mais perigosos para o exercício do jornalismo.

 

 

COMENTE

Afeganistãoterroristasataque a televisão
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo