China confina 17 milhões após registrar disparada de casos de Covid

Em apenas 24 horas, a China registrou seu número mais alto de casos de Covid: foram 3.939 infecções

atualizado 13/03/2022 17:09

A China registrou, neste domingo (13/3), o maior número de contágios pela Covid-19 em dois anos: foram 3.939 infecções em 24 horas.

Em razão do crescimento de casos da doença, o país asiático decidiu confinar cidades inteiras para tentar conter o surto local. A informação é da Comissão Nacional de Saúde da China.

Em Xangai, escolas foram fechadas e habitantes estão confinados em casa. Ao todo, 19 províncias comunicaram transmissão local das variantes Ômicron e Delta.

Estima-se que 17 milhões de pessoas estejam isoladas por conta da onda de infecções.

Esta é a primeira vez que o país sofre, oficialmente, com surtos da doença, que surgiu no país. Antes, os números de contágios e mortes causadas pelo novo coronavírus eram considerados baixos para os parâmetros globais.

Com 1,4 bilhão de habitantes, os números de casos de Covid no país eram proporcionalmente muito baixos, justamente em decorrência das ações de contenção do vírus adotas pelo governo local.

As medidas foram capazes de “blindar” o país asiático das ondas de infecções mesmo diante de cenários epidemiológicos críticos ao redor do mundo.

Mais lidas
Últimas notícias