*
 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, liderou neste sábado (3/3) um ato de arrecadação de fundos para a campanha eleitoral na qual o empresário nova-iorquino buscará a reeleição em 2020, em uma recepção para doadores ricos realizada no seu clube privado de Mar-a-Lago, em Palm Beach (Flórida). A informação é da Agência EFE.

A recepção “Trump Victory”, que servia também para arrecadar fundos para o Comitê Nacional Republicano (RNC, na sigla em inglês), representa mais um passo do presidente para garantir sua campanha para as eleições de novembro de 2020.

O meio digital “Politico” informou que Trump quer garantir sua plataforma com um esquema de arrecadação do qual careceu na sua primeira campanha eleitoral e afirmou a vários amigos que quer conseguir uma grande quantidade de dinheiro nos próximos meses.

Com esse objetivo em mente, Trump lançou esta campanha com grandes doadores similares à liderada pelo ex-presidente George W. Bush (2001-2009) e que buscava premiar-lhes com eventos especiais de acesso exclusivo.

O ato de hoje substituiu outro que Trump tinha organizado também na denominada “Casa Branca de inverno” em janeiro passado para comemorar o primeiro aniversário da sua chegada ao poder, mas que teve que ser cancelada devido ao fechamento parcial do Governo por falta de um acordo no Congresso sobre o Orçamento deste ano.

As entradas para a recepção de hoje começavam com o valor de US$ 2.700 por pessoa e davam direito a uma recepção com o presidente, seguidas dos US$ 25 mil que incluíam o citado encontro com Trump mais um lanche para dois com o presidente e outras de R$ 50 mil que compreendiam além disso uma fotografia.

Inicialmente o lanche estava previsto que fosse um jantar, mas teve que se modificar devido à presença esta noite de Trump no exclusivo jantar do clube Gridiron, uma instituição que reúne a elite jornalística e política de Washington, e à qual se ausentou em 2017.

Antes de presidir esta recepção, Trump fez esta manhã sua tradicional visita ao seu clube de golfe de West Palm Beach, em um dia no qual, segundo o apuração da NBC News, somou 133 dias em alguma das suas propriedades desde que assumiu o cargo há 407 dias.

Após sua reunião em Mar-a-Lago com simpatizantes e doadores, Trump já planeja outros eventos para aumentar o máximo possível o capital disponível para a campanha nos próximos meses.

Segundo a imprensa local, Trump viajará para a Califórnia neste mês de março pela primeira vez desde que chegou à Casa Branca para liderar um ato de arrecadação de fundos em Los Angeles e de quebra ver em pessoa os protótipos para um possível muro na fronteira com o México.