*
 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado que, ao contrário do que dizem seus opositores, ter um “bom relacionamento com a Rússia é uma coisa boa, não uma coisa ruim”.

“Isso (de tratar a Rússia como inimiga) sempre representou uma política ruim para nosso país”, escreveu o presidente americano no Twitter.

De acordo com o líder americano, a parceria com a Rússia pode fazer com que se resolvam as crises na Coreia do Norte, na Síria e na Ucrânia, bem como causar a derrota do terrorismo.

Trump está no Vietnã, onde se encontrou com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, nos bastidores da cúpula dos membros da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec, na sigla em inglês).

Na série de tuítes da noite deste sábado (hora de Brasília, manhã de domingo no Vietnã), Trump disse ter tido “boas discussões” com Putin em relação à Síria. Ele afirmou também que o líder russo pode ajudar, junto com a China, a resolver a “perigosa crise com a Coreia do Norte”. “Fizemos progressos”, escreveu.

Mais cedo, Trump disse acreditar em Putin quando o líder russo alega não ter interferido na eleição presidencial americana do ano passado.

Nos Estados Unidos, estão em curso investigações que apuram a ligação de autoridades russas com o pleito de 2016. Há a suspeita que pessoas próximas a Trump tiveram contato com russos durante a campanha para beneficiar o candidato republicano.

 

 

COMENTE

donald trumpestados unidosrússiavladimir putin
comunicar erro à redação

Leia mais: politica-int