Netanyahu anuncia compra de milhões de doses e fim do uso de máscaras

O primeiro-ministro de Israel estima que, se não houver surpresa com variantes da Covid-19, em breve toda a população estará vacinada

atualizado 19/04/2021 19:30

Reprodução

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, informou nesta segunda-feira (19/4) que foram adquiridas milhões de doses da vacina da Pfizer e que, posteriormente, fechará a compra de imunizantes com a Moderna, suficientes para vacinar toda a população. Ele ainda anunciou o fim da necessidade do uso de máscara no país.

Cerca de 81% dos cidadãos e residentes com mais de 16 anos já receberam as duas doses do imunizante em Israel – o país autorizou o uso da vacina da Pfizer-Biontech para essa faixa etária. Isso significa que mais da metade de toda a população israelense foi vacinada.

“Se não houver surpresas com variantes do novo coronavírus, nós assinamos a aquisição de milhões de vacinas da Pifzer. Isso significa que teremos, em breve, mais vacinas, suficientes para imunizar todos os adultos e crianças”, disse Netanyahu.

Veja vídeo:

 

Com o avanço da campanha de vacinação, os números de contágio e hospitalizações caíram drasticamente, permitindo a flexibilização de algumas medidas antiCovid.

Na última quinta-feira (17/4), o Ministério da Saúde israelense anunciou que o uso de máscaras não seria mais obrigatório em espaços públicos ao ar livre a partir desse domingo (18/4).

Últimas notícias