Mike Pence pede que Trump se desculpe após jantar com supremacista

Encontro de Trump com Nick Fuentes, conhecido supremacista branco e antissemita, e com o rapper Kanye West, repercutiu negativamente

atualizado 29/11/2022 19:08

mike pence Kyle Mazza/Anadolu Agency via Getty Images

O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Mike Pence (foto em destaque) reconheceu que o antigo companheiro de chapa Donald Trump deveria se desculpar após jantar com Nick Fuentes, supremacista branco e antissemita. O ex-presidente encontrou-se também, na ocasião, com o controverso rapper Kanye West, que agora pede para ser chamado de Ye.

“O presidente Trump errou ao dar a um supremacista branco, um antissemita e um negador do Holocausto um lugar à mesa, e acho que ele deveria se desculpar por isso”, declarou Pence em entrevista ao programa News Nation na segunda-feira (28/11).

O ex-vice-presidente também destacou que a atitude de Trump demonstra “profunda falta de discernimento” e que os discursos odiosos defendidos por Fuentes, definidos por Pence como “retórica odiosa sem qualificação”, deveriam ser repudiados pelo ex-presidente. Ele disse não acreditar que Trump compartilhe de ideais antissemitas, racistas ou radicais, e que, se esse fosse o caso, não teria sido seu vice.

Há duas semanas, o ex-ocupante da Casa Branca anunciou a pré-candidatura para disputar a Presidência da República dos Estados Unidos em 2024. Trump, assim, fica cada vez mais isolado no Partido Republicano depois do mau desempenho de seus candidatos indicados para as eleições de meio de mandato.

Antes de se tornar o candidato da sigla, contudo, ele precisará vencer a disputa interna do Partido Republicano, nas chamadas “primárias”. Ele pode enfrentar, porém, um adversário que ganha forças: Ron DeSantis, governador recém-reeleito do estado da Flórida, menos rejeitado do que Trump.

Além disso, o ex-presidente é alvo de investigações criminais, como a que apura o incentivo de Trump à invasão do Capitólio e a posse de documentos sigilosos, mesmo após deixar a Casa Branca.

Mais lidas
Últimas notícias