Menina negra de 10 anos é presa após desenhar aluno que fazia bullying

Criança foi algemada na frente dos colegas e interrogada na delegacia pela polícia por ao menos quatro horas

atualizado 20/10/2021 11:04

Menina negra de 10 anos é presa após desenhar aluno que fazia bullyingReprodução/Google Maps

Uma menina de 10 anos foi presa após desenhar um colega de turma que estava fazendo bullying contra ela. O caso aconteceu na escola Honowau Elementary School, no Havaí, em Estados Unidos, em janeiro de 2020.

O caso veio a público agora, após a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, na sigla original) entrar com uma ação contra a detenção da criança.

Segundo a mídia local, a entidade pede US$ 500 mil em danos morais para a família, o equivalente a cerca de R$ 2,8 milhões na cotação atual.

Além da indenização, a ACLU demanda que a escola proíba que funcionários chamem a polícia, a menos que haja “ameaça iminente de dano significativo” contra outro indivíduo.

Prisão

Em janeiro de 2020, pais de um aluno reclamaram para a escola que a menina de 10 anos havia feito um desenho. A menina tem transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e sofria bullying do colega que desenhou.

A carta da ACLU afirma que a garota foi algemada na frente dos outros alunos, interrogada pela polícia em uma delegacia por ao menos quatro horas. Todo o processo aconteceu sem que os policiais ou a escola alertasse a mãe. A menina, que ficou com marcas nos punhos pelas algemas, mudou de estado desde então.

Poucos dias depois, a mãe da garota escreveu uma carta à escola e às autoridades educacionais do local pedindo que tomassem alguma medida após o ocorrido, mas não obteve resposta.

“Não houve compreensão em relação à diversidade, à cultura afro-americana e ao envolvimento da polícia com jovens negros”, escreveu na carta. “Eu e minha filha estamos traumatizadas com o ocorrido.”

Mais lidas
Últimas notícias