Mãe se mata por não conseguir salvar o filho de um incêndio

A jovem tentou de tudo para que o menino de 8 anos sobrevivesse, mas tudo foi em vão. O mundo dela começou a desabar

atualizado 17/11/2017 21:10

A dor da perda de um filho foi grande demais para uma mãe de Sandbach, Reino Unido. Kelly-Ann Carter, 35 anos, tentou desesperadamente salvar Lucas, 8, quando um incêndio tomou conta da casa em que eles moravam. No entanto, tudo foi em vão. O garoto foi levado para o hospital, mas não resistiu. A partir daí, a vida dela começou a desabar.

A pressão por não conseguir se perdoar pela morte do menino a fez tomar uma atitude drástica. Kelly-Ann foi encontrada morta na residência do namorado. “Ela não queria estar aqui sem o Lucas. O menino era o mundo dela. O garoto foi uma grande conquista e um grande amor”, contou a melhor amiga da mãe, Sarah Blakey, ao jornal Daily Mirror.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Segundo a amiga, Kelly-Ann já não era mais a mesma após o acidente que causou a morte do filho. Ela tinha mudanças repentinas de humor e não tomava os medicamentos corretamente.

Após a morte dela, um primo de Kelly-Ann falou à imprensa. “Os dois eram populares, com muitos amigos. Não somos uma família grande e isso foi uma tragédia devastadora. Então, gostaríamos de agradecer pela simpatia de todos. Ela era uma mãe amável e exemplar para o Lucas”, disse Peter Kent.

A polícia local ainda investiga as causas do incêndio. A família não liberou informações sobre o velório e o enterro de Kelly-Ann.

Mais lidas
Últimas notícias