*
 

Uma australiana de 34 anos foi diagnosticada com um câncer incurável no cérebro. A descoberta foi feita em março deste ano, mas pouco tempo depois, em outubro, a família foi surpreendida por outra revelação: o bebê de Sara e Leigh Chivers, Alfie, também foi diagnosticado com a mesma doença.

Ao saber do trágico fim, a mãe decidiu escrever uma carta aos filhos, Alfie e Hugh, de 3 anos. As palavras de Sara, publicadas no jornal australiano “The New Daily”, têm o objetivo de guiar os meninos depois de sua morte. Leia o relato completo:

Caros Hugh e Alfie,

Eu não irei viver para ver vocês crescerem. É difícil dizer e até mesmo mais difícil de enfrentar. Vocês terão que saber pelas outras pessoas algumas das pequenas coisas sobre mim: meu perfume favorito é Michael Kors, minha refeição favorita é espaguete à bolonhesa, o inverno é a minha estação preferida. Eu queria ser uma cozinheira melhor. Eu sou uma colecionadora de lembranças singelas – pulseiras da maternidade, um poema que o pai de vocês  me deu em meu 21º aniversário, as primeiras roupinhas de bebê de vocês.

Eu sei que o pai de vocês e a nossa família me manterão viva o máximo que puderem, mas há algumas coisas que eu quero que vocês recebam de mim. Não tenham medo de expressar suas emoções. Nunca me cansarei de ouvir ‘Eu te amo’ de Leigh, de vocês, da minha família, dos amigos.

Amem demais. Como dizem, é melhor ter amado e sofrido, do que nunca ter amado completamente. É assim que me sinto sobre vocês dois. Estar de coração partido não é suficiente para descrever a dor que sinto por não poder estar presente em suas vidas no futuro. Mas eu nunca mudaria nada nem renunciaria ao tempo que passamos juntos e a imensa alegria que vocês me trouxeram. Você são minhas melhores realizações.

Prestem atenção aos estudos, mas saibam que há muito mais na vida escolar do que os livros didáticos. Pratiquem esportes em equipe. Experimentem um instrumento musical. Aprendam um novo idioma.

Sempre tentem o seu melhor. Nunca tenha medo do fracasso – vocês aprenderão mais com erros do que com o sucesso. Não há certeza maior do que a mudança. Não tenham medo de tentar coisas novas. Viajem o máximo possível – isso irá moldar quem vocês são.

Sejam corajosos em suas convicções e acreditem em si mesmos. Nunca provoquem ou ridicularizem alguém porque eles são diferentes de vocês. Vocês serão pessoas melhores cercando-se de pessoas que desafiam suas opiniões e crenças.

Preciso enfatizar a importância dos bons modos à mesa. Lembrem-se de dizer “por favor” e “obrigado”. Chamem os pais dos seus amigos de “senhor” e “senhora”, a menos que eles peçam para serem chamados de outra forma. Arrumem a cama quando dormir na casa de outras pessoas e sempre se ofereçam para tirar a mesa e lavar a louça.

Vocês terão amigos por um curto tempo e amigos para toda a vida. Não demorará muito para determinar quais deles se enquadram em cada categoria.

A família vem antes de tudo. Nós sempre estaremos lá para vocês, independentemente de qualquer erro ou má escolha. Iremos ajudá-los em momentos difíceis e vamos comemorar as vitórias da vida.

Sejam gentis com o pai de vocês. Não será fácil para ele levantar vocês sozinho, mas todas as decisões que ele tomar serão para o bem de vocês. Ele é um pai excepcional e exemplar. Não permitam que ele duvide de si mesmo.

Chegará um momento em que ele vai querer encontrar a felicidade novamente com uma nova parceira. Aceitem e abracem a escolha dele e saibam que essa pessoa também será uma influência feminina positiva em suas vidas. Tenho a fé absoluta de que ele tomará a decisão certa, para ele e para vocês dois, e espero que ela enriqueça a vida de vocês tanto quanto vocês enriqueceram a minha.

Seu pai é o homem mais admirável e corajoso que eu já conheci. Ele é meu companheiro, meu porto, meu tudo. Ele mostrou uma verdadeira força diante de nossas adversidades. Sem ele ao meu lado eu teria desmoronado.
Serei eternamente grata pelo tempo que passamos juntos, as memórias que criamos, o amor que compartilhamos.

Com amor,
Mamãe.

 

 

COMENTE

mãecâncer terminalcarta emocionante
comunicar erro à redação