Jovem é estuprada pelo ex após se recusar a perder virgindade

A norte-americana disse que foi chamada de "vagabunda" e "prostituta" pelo ex-companheiro

reprodução/ redes sociaisreprodução/ redes sociais

atualizado 08/11/2019 13:12

Uma jovem norte-americana de 24 anos diz ter sido obrigada a ter relações sexuais com o namorado. Após recusar, foi chamada várias vezes de “vagabunda”, “cadela” e “prostituta” pelo companheiro. Em seguida, tomou uma bebida adulterada e foi estuprada.

Durante anos, Mayci Jones Neeley, da Califórnia, nos Estados Unidos, sofreu com um relacionamento abusivo. De acordo com a jovem, o rapaz checava o telefone dela com frequência e a acusava de traição, mesmo sem ter prova alguma. 

“Ele começou a me pressionar a beber álcool, o que era contra a política da minha escola e da minha religião. Depois de dizer não repetidas vezes, finalmente cedi para evitar ouvir gritos e ser abusada verbalmente”, relata a jovem, segundo o jornal The Sun

A jovem relatou que já tinha feito de tudo com o ex-namorado, menos o sexo de fato. “Eu disse a ele que estava guardando minha virgindade para o casamento, porque era isso que eu queria. Ele sempre me pressionava a fazer sexo com ele e eu dizia não”, contou. 

Apesar de recusar, Mayci tomou, inconscientemente, certo dia, uma bebida que o próprio companheiro teria adulterado. “Depois de beber um pouco, a última coisa que me lembro é ele em cima de mim e eu dizendo ‘não, eu não quero, não quero’ repetidamente”, contou.

Últimas notícias