*
 

O governo japonês informou que pelo menos 155 pessoas morreram em decorrência das recentes chuvas, inundações e deslizamentos de terra, que atingiram a região oeste do país. Segundo o secretário-geral do gabinete, Yoshihide Suga, 50 pessoas não foram encontradas até a tarde desta terça-feira (10/7), a maioria na área de Hiroshima.

As buscas e operações de limpeza continuam na região. As equipes de resgate trabalham nas encostas cobertas por lama e nas margens dos rios em busca dos desaparecidos. Danos em estradas e linhas de trem causaram problemas na entrega de alimentos, gerando preocupação com a escassez de suprimentos.

Os alertas já foram retirados e, com a diminuição das inundações, os danos estão cada vez mais visíveis. Milhares de pessoas tiveram que deixar suas casas, mas muitos já retornaram na segunda-feira (9/7) e começaram a limpar suas residências.