Hospitalizado há mais de dez dias, acometido por uma bronquite, o músico britânico Ozzy Osbourne, ex-Black Sabbath, chegou a frequentar a UTI do Keck Hospital, na University of Southern California, em Los Angeles, mas já foi transferido para um quarto convencional. As informações são do jornal britânico The Sun. Na última quinta-feira (7/2) o filho do cantor Jack, já havia informado que Ozzy estava melhor.

De acordo com a publicação, apesar da situação complicada, “o pior já passou”. “Ozzy é um guerreiro e está melhorando dia após dia. Ele está feliz novamente e mal pode esperar para voltar aos palcos”, relatou a fonte do The Sun.

Na quarta-feira passada, a esposa e empresária de Ozzy, Sharon Osbourne, revelou que ele enfrenta uma severa infecção respiratória. “Seus médicos acham que esta é a maneira mais rápida dele se recuperar”, disse Sharon num tuíte ao explicar que Ozzy teve de ser hospitalizado.

A boa nova é que os médicos trabalham com o plano de dar alta para Ozzy Osbourne neste próximo fim de semana. Todas essas informações foram colhidas pelo The Sun, já que nenhum boletim médico oficial foi divulgado até agora.

Problemas de saúde
Há algum tempo Ozzy Osbourne demostra que enfrenta problemas de saúde. No fim de janeiro, postou uma foto na qual dizia que tossiu com tanta força que arrebentou um vaso sanguíneo do olho. Na sequência, foi diagnosticado com infecção respiratória.

Antes, porém, em outubro do ano passado, Ozzy foi forçado a cancelar as datas finais da etapa norte-americana de sua turnê depois de sofrer uma infecção na mão que fez seu polegar inchar e, como relatado por ele, ficar do tamanho de uma lâmpada.

A expectativa, antes de Ozzy Osbourne ser hospitalizado, era de um retorno aos palcos no dia 9 de março, na Austrália, o que parece ser improvável neste momento.