Governo de El Salvador prende gangues após onda de assassinatos

Polícia Nacional Civil de El Salvador informou a captura de 60 pessoas que seriam responsáveis por homicídios e tráfico de drogas no país

atualizado 31/03/2022 17:46

Presos pela polícia de El SalvadorCrédito é Reprodução/Twitter

Segundo o governo de El Salvador, grupos criminosos como Mara Salvatrucha e Barrio 18 seriam os responsáveis pela onda de crimes que assola o país. Após a morte de 87 pessoas no último sábado (26/3), o Parlamento salvadorenho decretou estado de emergência.

A Polícia Nacional Civil de El Salvador informou em sua conta oficial do Twitter a captura de 60 pessoas que, segundo as autoridades, seriam responsáveis por homicídios e tráfico de drogas no país.

Veja:

Os criminosos não teriam apenas outras gangues como alvo, mas também pessoas que estavam na rua sofreram com os ataques. Segundo as autoridades do país, foram presas 2.163 pessoas nos últimos dias.

O estado de emergência suspende quatro direitos constitucionais, entre eles a liberdade de entrar e sair do país, a liberdade de reunião, o direito à defesa e o envio de correspondência e telecomunicações.

Mais lidas
Últimas notícias