Funcionário de funerária que tirou foto com corpo de Maradona é demitido

Nas imagens ele posa com o caixão aberto e fazendo um sinal positivo, ao tocar no rosto do astro do futebol

atualizado 26/11/2020 18:31

Reprodução

Imagens do funcionário de uma funerária, identificado como Diego Molina, viralizaram nas redes sociais, após ele ter feito um registro com o corpo de Diego Maradona, velado nesta quinta-feira (26/11), em Buenos Aires. Nas imagens, ele posa com o caixão aberto e fazendo um sinal positivo, ao tocar no rosto do astro do futebol. Após a repercussão, ele foi demitido.

Maradona morreu nessa quarta-feira (25/11), aos 60 anos, em casa, após ter sofrido uma parada cardiorrespiratória. O corpo do jogador começou a ser velado por volta das 6h desta quinta-feira (26/11) na Casa Rosada, sede do governo da Argentina. A expectativa é que 1 milhão de pessoas se despeçam do astro de futebol.

A dona da casa funerária Pinier, localizada em La Paternal, disse que o funcionário foi demitido e pediu desculpas à família Maradona, segundo informações da emissora Todo Noticias. O slogan da empresa diz: “Nosso cuidado faz a diferença”, algo que deixa a agência funerária completamente exposta.

Veja:

0

Nas redes sociais, o advogado e amigo de Maradona, Matias Morla, se pronunciou sobre o caso: “Diego Molina é o canalha que tirou uma foto ao lado do caixão de Diego Maradona. Pela memória do meu amigo, não vou descansar enquanto não pagar por tal aberração”.

Em outro post ele também afirmou: “Por conta da viralização da imagem de Diego em seu leito de morte, eu vou pessoalmente encontrar quem foi o canalha que tirou essa foto. Todos os responsáveis por essa covardia vão ter que pagar”.

Últimas notícias