Segunda autópsia revela que Maradona sofreu infarto enquanto dormia

Documento mostra que o ídolo argentino morreu por insuficiência cardíaca aguda, o que gerou acúmulo anormal de líquido nos pulmões

atualizado 26/11/2020 16:26

MaradonaRefugio Ruiz/Getty Images

O jornal argentino La Nacion revelou o resultado da segunda autópsia preliminar feita em Diego Armando Maradona. Segundo o documento, o ex-jogador morreu devido a uma “insuficiência cardíaca aguda, congestiva e crônica, o que gerou acúmulo anormal de líquido no pulmão.

O La Nacion afirma que cinco especialistas – entre médicos peritos oficiais e um perito da família – confirmaram o laudo. A autópsia foi realizada no hospital de San Fernando.

Exames toxicológicos devem revelar, em uma semana, se houve ingestão de remédios, drogas ilícitas ou álcool, assinalou o jornal.

0

 

 

Vídeos
Últimas notícias