Facebook mantém banimento de Trump por mais seis meses

Empresa entendeu que ex-presidente incitou a invasão que terminou em cinco mortes no Capitólio, em janeiro deste ano

atualizado 05/05/2021 12:20

Donald Trump em último discurso como presidenteMANUEL BALCE CENETA/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Comitê de Supervisão do Facebook anunciou nesta quarta-feira (5/5) que manterá o banimento de Donald Trump. Desde janeiro, a conta oficial do ex-presidente foi suspensa, após a diretoria da empresa entender que ele incitou a invasão que terminou em cinco mortes no Capitólio.

Com a nova decisão, o republicano continuará banido das redes Facebook e Instagram por pelo menos mais 6 meses para que o caso seja revisado e uma resposta proporcional possa ser definida. O comitê, que é patrocinado pelo Facebook mas independente, criticou a rede por impor uma decisão indefinida e sem padrões.

0

O vice-presidente de assuntos globais e comunicações do Facebook, Nick Clegg, reiterou que a empresa acredita que o banimento de Trump foi “necessário e certo”. “Estamos satisfeitos que o comitê reconheceu que as circunstâncias sem precedentes justificaram a medida excepcional que tomamos”, disse Clegg.

Em janeiro, o Twitter baniu permanentemente Trump. Já o Youtube, que também baniu o republicano em face à invasão do Capitólio, determinou que a decisão permanecerá até que o “risco de violência tenha diminuído”.

Últimas notícias