EUA: caminhão funerário circula com mensagem para incentivar vacinação

"Não se vacine", diz a mensagem pintada no veículo. A funerária, entretanto, não existe. Trata-se de uma campanha pró-imunização

atualizado 23/09/2021 14:59

Caminhão de "funerária" circulou as ruas de Charlotte com a mensagem "Não se vacine"Reprodução/BooneOakley

Um caminhão circulou pelas ruas de Charlotte, cidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, no último domingo (19/9), com a frase “Não se vacine”, ao lado da marca e site da “Wilmore Funeral Home” (em tradução livre, “Funerária Wilmore”).

Inúmeras imagens viralizaram nas redes sociais e dividiram a opinião dos internautas. “Não consigo decidir se a Funerária Wilmore é hilária ou terrível”, afirmou um internauta. Outro parabenizou: “Funerária Wilmore, nós te aplaudimos!”.

Entretanto, a empresa não existe. A ação fazia parte de uma campanha pró-vacina feita pela agência de publicidade Boone Oakley. No Twitter, a empresa publicou uma foto do caminhão e escreveu: “Fomos nós. Vacine-se”.

Ao acessar o site da funerária, visível nas laterais do veículo, é possível ver somente uma mensagem: “Vacine-se agora. Se não, nos vemos em breve”.

Quando o internauta clica em “Vacine-se agora”, é redirecionado para o portal de um centro de vacinação contra a Covid-19. Lá, o usuário consegue se registrar e tirar dúvidas sobre os imunizantes.

Últimas notícias