Coronavírus: Índia confina 1,3 bilhão de pessoas por 3 semanas

Medida foi anunciada nesta terça-feira pelo primeiro-ministro, Narendra Modi. Decreto entra em vigor à meia-noite

atualizado 24/03/2020 15:11

Divulgação

Em tentativa de impedir o avanço do novo coronavírus no país, o segundo mais populoso do planeta, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, ordenou nesta terça-feira (24/03) que os mais de 1,3 bilhão de indianos fiquem dentro de casa por ao menos 21 dias.

“Haverá uma proibição total de sair de suas casas”, disse Modi. O decreto entrará em vigor à meia-noite.

“Todo distrito, toda pista, toda vila ficará trancada. Se você não conseguir lidar com esses 21 dias, este país voltará 21 anos”, complementou.

Segundo informou a agência de notícias Reuters, a polícia impôs interdições em grandes partes da Índia já nesta terça-feira. Foram registrados ainda toques de recolher em alguns locais.

Apesar de estar próxima à China, de onde começou a expansão do coronavírus, a Índia registrou apenas 485 casos de coronavírus até o momento. Nove pessoas morreram.

O ministro Narendra Modi compartilhou, em rede social, o que está autorizado a abrir durante as próximas três semanas. Como exemplos, hospitais e postos policiais.

Veja a lista:

Últimas notícias