Tubarão gigante megalodonte praticava o canibalismo no útero

O tamanho gigante dos megalodontes é resultado da combinação de vários fatores, entre os quais está o canibalismo intrauterino

atualizado 03/01/2021 17:49

Getty Images

Cientistas relataram em um novo estudo publicado hoje que o tubarão gigante megalodonte – um dos maiores dos oceanos – pode ter ficado tão grande graças ao seu comportamento predatório no útero.

A ideia surgiu ao analisar os tamanhos e formas de dentes de tubarões modernos e antigos. Ao utilizar esses dados, foi possível estimar o tamanho do corpo dos peixes.

O paleobiólogo Kenshu Shimada, da Universidade DePaul (Chicago), e seus colegas estudaram uma ordem de tubarões chamados lamniformes. Ainda existem hoje apenas cerca de 15 espécies, incluindo tubarões-brancos e o tubarão-mako, que são ferozes e rápidos.

Leia o texto completa no site SoCientífica, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias