*
 

Um produto químico utilizado na batata frita do McDonald’s pode curar a calvície e fazer o cabelo crescer, garantem os cientistas da Universidade Nacional de Yokohama, no Japão. Em laboratório, os estudiosos utilizaram o dimetil polissiloxano, presente no produto da cadeia de fast food, e conseguiram crescer pelos em ratos.

Os cientistas conseguiram produzir em laboratório germes de folículos capilares utilizando, entre outras coisas, essa substância. “A chave para a produção em massa do folículo foi a escolha dos substratos. Usamos o dimetil polissiloxano na base da cultura e funcionou muito bem”, contou o professor Junji Fukuda ao jornal Daily Mail.

Estudos preliminares mostram que a fórmula tem grande potencial de funcionar em humanos. O desafio, no entanto, segundo o professor, é a preparação desse substrato em larga escala. “Esse método é muito promissor e robusto. Esperamos que essa técnica melhore as terapias regenerativas e combata a perda de cabelo”, diz.

O McDonald’s já havia revelado, em uma série de vídeos na internet, que utiliza o produto nas frituras. O dimetil polissiloxano é um silicone não tóxico que evita a formação de espuma durante a fritura. Além de estar presente nas batatas, ele aparece em shampoos, óleos e massinha de modelar.

 

 

COMENTE

Japãocalvície
comunicar erro à redação

Leia mais: Ciência