Cidade da China envia alerta de epidemia após 4 casos de peste bubônica

O país proibiu a caça e o consumo de animais que podem ter a peste e pediu para evitar a região em que os casos foram anunciados

atualizado 06/07/2020 13:37

Bactéria da Peste BubônicaReprodução

Autoridades do nordeste da China, em uma região próxima à Mongólia, enviaram um alerta de possível epidemia de peste bubônica após um dos residentes ter pegado a doença. O hospital de Bayan Nur mandou o aviso para as autoridades municipais e o governo, imediatamente, subiu para três (de um total de quatro) para atenção ao controle epidêmico.

Com o alerta, o país proibiu a caça e o consumo de animais que podem ter a peste. Além disso, autoridades sanitárias pediram que a população evite fazer acampamentos e entrem em contato com animais selvagens quando estiverem perto da Mongólia. Segundo a imprensa local, já são 4 casos registrados desde novembro, sendo duas de uma variante mais perigosa.

A peste bubônica é transmitida por pulgas contaminadas com a bactéria Yersinia pestis. No século 13, a doença matou um terço da população europeia. No século 18 também eram comuns casos da doença. Atualmente, a peste apresenta poucos casos, sendo 90% deles na África. Ela é tratada com antibióticos.

Últimas notícias