Chinesa dá à luz aos 67 anos e pode ser mãe mais velha do mundo

A criança nasceu na maternidade da cidade de Zaozhuang, no Leste da China. Mãe e filha passam bem

ReproduçãoReprodução

atualizado 29/10/2019 6:47

Tianci, que significa “presente do céu”, foi o nome escolhido pela chinesa Tian para a filha que nasceu na sexta-feira (25/10/2019). O nome reflete o verdadeiro milagre ocorrido na vida dela, já que deu à luz aos 67 anos, após uma gravidez natural, segundo ela. Se isto for confirmado, o nascimento pode ser um novo recorde no mundo.

A criança nasceu na maternidade da cidade de Zaozhuang, no Leste da China, de acordo com a imprensa local. O parto foi por cesariana. “A menina é um presente do céu para nós dois”, declarou o marido de Tian, de 68 anos, no site de informações Guancha.cn. Mãe e filha passam bem.

Ela já tem dois filhos, um deles nascido em 1997, pouco antes de a política do filho único ser imposta no país.

Milagre natural
O parto de Tian pode se tornar um novo recorde. De acordo com o Guinness, a mulher a ter um bebê concebido de forma natural foi uma britânica, que deu à luz em 1997.

Por meio de fertilização in vitro, o recorde era da espanhola María del Carmen Bousada Lara. Ela teve gêmeos em 2006, aos 67 anos, e morreu de câncer dois anos depois.

Últimas notícias