American Airlines cancelou 1.500 voos nos EUA desde sexta (29/10)

Gigante do mercado aéreo alega falta de funcionários e más condições meteorológicas para não decolar as aeronaves

atualizado 31/10/2021 16:15

Divulgação/American Airlines

Uma das gigantes do mercado aéreo mundial, a American Airlines anunciou na manhã deste domingo (31/10) o cancelamento de mais 634 voos. A companhia alegou falta de pessoal para conseguir cumprir as decolagens. Já são 1.500 rotas prejudicadas pela insuficiência de colaboradores da empresa apenas neste fim de semana.

“Com os problemas ao longo do tempo, começamos a ficar sem pessoal quando os tripulantes ficavam de fora de sua sequência regular de voos”, informou a American Airlines.

Todos os voos cancelados tinham itinerário dentro dos Estados Unidos. Uma das grandes responsáveis pelo enxugamento de funcionários da empresa foi a pandemia do novo coronavírus. Além dos cancelamentos de viagens para evitar a disseminação da Covid-19, os empregados tinham restrições trabalhistas.

Com relação aos voos deste domingo, a empresa também atribuiu os cancelamentos às condições meteorológicas na região de Dallas-Forth Worth, sede do aeroporto central da companhia. Segundo o comunicado, o mau tempo provocou uma redução drástica dos desembarques.

Mais lidas
Últimas notícias