*
 

Eles estão dispostos a tudo para levar o Fusca, xodó de muitos brasileiros. Quem vai resistir por mais tempo? É o que vamos descobrir a partir de hoje (05/03), no Desafio do Fusca, promovido pela Metrópoles FM, que selecionou cinco pessoas entre as mais de 3 mil inscrições recebidas nas últimas semanas. Andreza, Gustavo, Henrique, Mercês e Raphael prometem ficar dentro do veículo o tempo que for preciso. E não será nada fácil: o regulamento exige que o vencedor fique, pelo menos, 10 dias e 9 horas dentro do Fusca, estacionado na plataforma inferior da Rodoviária do Plano Piloto.

Acompanhe ao vivo o Desafio do Fusca! 

“Eu fico até o Natal, numa ótima”, diz, sem medo, a dona de casa Andreza Xavier, 35 anos, representante de Ceilândia. Depois de ter sido mãe aos 14 anos e encarado intensas jornadas de trabalho como panfleteira e empregada doméstica, Andreza acha que vai tirar de letra o desafio.

Quem também conhece um bocado sobre resistência é a mineira Mercês Cardoso, de 26 anos. Na infância, ela precisou caminhar quatro quilômetros por dia para conseguir frequentar a escola. Hoje, moradora de Samambaia, Mê (como prefere ser chamada) trabalha com gestão financeira em casa.

Nada disso assusta o jovem Gustavo Gabriel, de 23 anos. Motorista de aplicativos, Gustavo está acostumado a passar longas horas dentro do carro, o que ele considera uma vantagem. “Eu chego pronto para a prova”, aposta o morador do Vale do Amanhecer.

A principal arma de Raphael Fassi, do Cruzeiro, é contar com o apoio da família. O estudante de biologia, de apenas 20 anos, quer presentear a mãe, apaixonada por Fuscas. Diferentemente do concorrente Henrique Dias, 24 anos, que ainda não convenceu a família sobre a decisão de participar, mas que se revela um forte candidato pela força de vontade e tranquilidade diante da disputa.

Pois os cinco vão se espremer dentro do Fusca da Metrópoles FM, com direito a esticar as pernas e cuidar de higiene pessoal a cada três horas. As refeições serão providas pela rádio, assim como toda a estrutura necessária para que o desafio transcorra da melhor maneira possível. Claro que nada disso deve impedir alguns conflitos e dificuldades na convivência, afinal, são no mínimo 10 dias grudados o tempo inteiro.

Durante as 24 horas do dia, o evento será transmitido ao vivo por meio de câmeras e microfones instalados no local. E se prepare para participar também: haverá provas de popularidade, além de desafios extras que podem garantir um melhor conforto aos participantes, como uma ligação da família, um abraço dos filhos e um banho mais longo.

A rádio 104.1 Metrópoles FM estará o tempo inteiro acompanhando os selecionados, com flashes ao vivo durante a programação. O programa “Na Ponta da Língua”, comandado pela divertida Carmela, será feito diariamente da Rodoviária do Plano Piloto, a partir das 21h, contando com as participações dos concorrentes. Coube à Carmela, inclusive, apresentar os cinco escolhidos. Ela, claro, já “partiu pra ignorância” e ficou íntima do pessoal. E aí, comunidade?! Quem leva?

 

COMENTE


Ceilândiasamambaiarodoviáriaplano pilotoPlanaltinaBBBrádioreality showsMetrópoles FMbbb 18