Talíria pedirá condenação de política de segurança de Witzel à ONU

A deputada federal Talíria Petrone (PSol-RJ) se reunirá nesta terça-feira (21/05/2019), em Genebra, na Suíça, com o Alto Comissariado das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, para entregar denúncias contra o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, referentes a violações de direitos humanos que julga estarem presentes na política de segurança pública no […]

atualizado 21/05/2019 9:52

A deputada federal Talíria Petrone (PSol-RJ) se reunirá nesta terça-feira (21/05/2019), em Genebra, na Suíça, com o Alto Comissariado das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, para entregar denúncias contra o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, referentes a violações de direitos humanos que julga estarem presentes na política de segurança pública no estado.

Dois relatórios serão entregues pela deputada: um sobre execuções sumárias e outro sobre discriminação racial. No início deste mês, a deputada já havia denunciado Witzel à ONU. Na ocasião, ela destacou que entre os meses de janeiro e março, 434 pessoas foram mortas pela força policial no Rio de Janeiro.

“Desde o início de seu governo, ele vem banalizando o uso de franco-atiradores em operações policiais”, ressalta Petrone, em referência à defesa de Witzel de “atirar na cabecinha” de quem for flagrado portando fuzil. Na reunião em Genebra, a deputada vai reforçar o pedido para que a ONU condene as atitudes do governador do Rio.

Últimas notícias