Mudanças no FAC: artistas protestam na quadra de secretário de Cultura

Clara Campoli
11/05/2019 21:29

A Frente Unificada da Cultura no DF, movimento que procura centralizar as demandas de política cultural em Brasília, organizou outro protesto contra a suspensão do edital do Fundo de Apoio à Cultura (FAC). Durante a tarde deste sábado (11/05/2019), famílias de artistas e de moradores da cidade se reuniram na 205 Norte, quadra onde vive o secretário de Cultura, Adão Cândido, para um piquenique com manifestação.

Horas antes do protesto, a Secretaria de Cultura divulgou uma nota anunciando a revisão do edital: em vez de suspender completamente a publicação, como anunciado anteriormente, o órgão vai manter o pagamento na modalidade Audiovisual. A mudança aconteceu “por ter grande parte de seu recurso vinculado ao Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), deverá ser mantido, uma vez que a administração federal garantiu a execução financeira do edital em 2019, não onerando o montante da própria secretaria para o ano corrente”.

O FAC Áreas Culturais, que abarca manifestações como artes plásticas, fotografia, circo, cultura popular, dança, música e teatro foi suspenso. Segundo a nota, a modalidade “descumpre determinação do artigo 64 da Lei Orgânica de Cultura (LOC), pois não apresenta dotação orçamentária para pagamento dos projetos contemplados no ano corrente ao lançamento e nem tem previsão de inscrição em restos a pagar”.

{{ noticia.title }}

{{noticia.authors}}
{{noticia.date}}

Sem mais notícias Sem mais notícias