Kim: medidas para caminhoneiros visam estancar queda da popularidade

Para deputado do DEM, governo está se afastando dos liberais que, inicialmente, fizeram parte da aliança que levou Bolsonaro ao poder

atualizado 17/04/2019 14:56

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) teceu duras críticas às medidas anunciadas pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) em prol dos caminhoneiros. Segundo ele, o pacote é uma espécie de paliativo para a queda de popularidade enfrentada pelo atual líder do país.

“Uma desculpa que o governo arranjou para tomar uma medida que só busca estancar a queda na popularidade do presidente”, avaliou o deputado. “Não há nenhuma grande mobilização que indique greve. Pelo contrário, a maior parte dos influenciadores que atuaram na greve dos caminhoneiros apoiam o presidente”, prosseguiu.

Participante ativo dos movimentos liberais, Kataguiri criticou também a intervenção presidencial na composição do preço do diesel. “Anti-liberal, interferência indevida do Estado. Presidente da República agindo como se fosse presidente da empresa, o que não deveria ser o caso. Confusão entre governo e Estado”, finalizou.

Últimas notícias